segunda-feira, 24 de maio de 2010

Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa - parte 1

Extinção do Trema

Esse sinal gráfico, constituído de dois pontos superpostos ( ¨ ), era usado sobre o u sonoro depois de q ou g e antes de e e i.
 
Exemplos:
Freqüente, eloqüência, seqüela, argüição, lingüiça.

A reforma de 1943 estabelecia que podiam receber, facultativamente, o trema no i e u para indicar hiatos átonos:
Saüdar, saüdade, vaïdade

A reforma de 1971 (Lei 5.765) cancelou de vez o uso do trema em tais circunstâncias.

Agora, escrevendo certo, conforme preceitua o acordo Ortográfico de 1990, temos:
Frequente, linguiça, sequela, saudade.

O trema, em vocábulos de origem estrangeira, será mantido: Müller – mülleriano.


3 Comentarios:

algumas coisas até da para aceitar, mas o trema já foi uma coisa além, não precisava disso =/ ...

imagina o nó na cabeça de quem está aprendendo a escrever

Ae blz!!!! Te achei na comunidade e clquei nos anuncios. Visite meu blog http://featualizada.blogspot.com/

Trema eh para os fracoos. HAHAHHA
Odiava o trema.. mas de vez em qdo ainda uso sem quere!. :|

Postar um comentário