quinta-feira, 12 de agosto de 2010

EDUCAÇÃO FÍSICA

É a promoção da saúde e da capacidade física por meio da prática de exercícios e atividades corporais. O bacharel ou licenciado em Educação Física organiza, executa e supervisiona programas de atividades físicas para pessoas ou grupos. Prepara crianças e adultos para as inúmeras modalidades de esporte. Auxilia no tratamento de portadores de deficiência, aplicando exercícios especiais. Pode trabalhar com grupos, em escolas, clubes e academias de ginástica, ou prestar atendimento individual, como personal trainer. É possível, ainda, atuar sozinho ou participar de equipes multiprofissionais com médicos, psicólogos e fonoaudiólogos. Para exercer a profissão é obrigatório o registro no Conselho (Confef/Crefs).Para lecionar, é necessário o diploma de licenciatura.

O mercado de trabalho
O mercado de trabalho está em alta. Primeiro, porque cresce o número de academias de ginástica, que empregam grande parte dos bacharéis dessa área. Dados do Conselho Federal de Educação Física (Confef) mostram que houve aumento de 50% no número desse tipo de estabelecimento em 2008 em relação ao ano anterior. Existem no país, atualmente, cerca de 18 mil academias devidamente registradas. Tem mais: a inserção do educador físico, a partir do ano passado, nas equipes que compõem os Núcleos de Apoio à Saúde da Família – que dão suporte ao time do Programa Saúde da Família (PSF), do governo federal – eleva a oferta de trabalho. Também é possível ingressar na carreira por meio de empresas, como Coca-Cola, Furnas e Pão de Açúcar, que promovem projetos de atividade física voltados para seus funcionários. Clínicas e hospitais também estão em busca desses profissionais para alocá-los em projetos de manutenção do condicionamento físico dos pacientes. O Instituto do Coração (InCor), em São Paulo, possui um programa de prevenção e reabilitação cardiovascular que atende, atualmente, cerca de 500 pessoas. Outro campo de atuação é a área de ensino (fundamental e médio), em que mais se concentram as oportunidades de trabalho formal. Como as grandes cidades comportam as maiores escolas e academias, elas possuem mais chances de trabalho. Existe, também, um aumento na procura do educador físico para trabalhar com recreação e estilos de vida saudáveis em estâncias, hotéis e academias de cidades menores. No Norte e no Nordeste, as oportunidades crescem na proporção do aumento da oferta de cursos nessas regiões.

O curso
Durante o curso, você encontra muitas matérias da área de biológicas, como anatomia, fisiologia e ortopedia. Aprende, ainda, estatística, administração e economia, afora disciplinas específicas, como desenvolvimento motor. Além do estágio, algumas escolas exigem uma monografia de conclusão. Para dar aula é preciso fazer licenciatura. Mas isso não representa problema: a maioria dos cursos de Educação Física do país habilita em licenciatura.

O que você pode fazer
Condicionamento físicoAuxiliar na realização de exercícios individuais como personal trainer e também em clubes ou academias de ginástica, para melhorar as condições de saúde das pessoas.

Ensino
Dar aulas nos ensinos fundamental e médio.

Grupos especiais
Instruir e acompanhar idosos, gestantes, adultos e crianças defi cientes, cardíacos e doentes em atividades físicas que beneficiem a saúde.

Recreação
Entreter hóspedes, associados e turistas em hotéis, spas e clubes.

Performance
Orientar indivíduos e equipes nos processos de treinamento e competição nas modalidades esportivas competitivas olímpicas e não olímpicas.

Terceiro setor
Gerenciar, programar e desenvolver projetos sociais de inclusão esportiva.
Turismo ecológico
Coordenar atividades ao ar livre, como montanhismo e exploração de cavernas.

3 Comentarios:

Vlw pelo comentario... mas não aprovo propaganda...

Seu blog ganhou um selo do CQ&Sherlock!!!

T.S. Frank
www.cafequenteesherlock.blogspot.com

Postar um comentário