sábado, 16 de outubro de 2010

ESPORTE


São as técnicas e os métodos usados no treinamento e na preparação física de indivíduos e equipes para competições esportivas. O bacharel atua como técnico ou preparador físico de atletas nas modalidades esportivas. Ensina as técnicas e as regras dos esportes e treina indivíduos e times profissionais e amadores. Como preparador físico, indica exercícios para o condicionamento e a prática esportiva. Em geral, o profissional trabalha em clubes, associações, colégios, faculdades e escolinhas de esporte, onde costuma disputar vagas com os formados em Educação Física. Atua também nas áreas de marketing esportivo, administração de clubes e órgãos públicos voltados para o esporte e na organização e promoção de eventos, torneios e competições.

O mercado de trabalho

A Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, marcados no Brasil, prometem aquecer ainda mais o mercado de trabalho para o bacharel em Esporte. Isso porque esses eventos funcionam como um estímulo para a população buscar uma prática esportiva. Os especialistas em iniciação esportiva, treinamento e condicionamento físico encontram espaço em escolinhas de esporte, clubes e academias, além de confederações desportivas. Eles são requisitados para atuar na parte técnica e tática, na preparação física e na organização e promoção de eventos, como campeonatos, torneios e festivais. Também são contratados para dar trenamento particular. "Os fabricantes e distribuidores de material esportivo procuram o profissional com conhecimentos de administração e marketing esportivo", diz Marcos Augusto Rocha, coordenador do curso da UEL. Além disso, ele pode ser consultor técnico para criação de novos aparelhos de musculação e acessórios esportivos. Há vagas, ainda, no segmento de turismo, no qual o bacharel exerce atividades como recreador ou orientador esportivo em hotéis e resorts. Os postos de trabalho estão concentrados no Sul e Sudeste, onde há maior número de atletas, mas há demanda em todo o país. "O setor público tem muito a crescer para a formação de base. Temos o melhor voleibol do mundo, por exemplo, e poucas escolas públicas para formar as crianças. A tendência é que com os eventos esportivos o governo faça parcerias com patrocinadores privados e aumente ainda mais a oportunidade de atuação dos bacharéis em Esporte", complementa o coordenador Rocha. 

Salário inicial: R$ 1.380,00 (São Paulo-SP); de R$ 1.180,00 (demais municípios - SP); fonte: Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Estado de São Paulo.

O curso

Boa parte do currículo é ocupada com aulas práticas de técnicas e regras das diversas modalidades esportivas. Há também biologia, psicologia, administração, economia, treinamento, sociologia, legislação e medicina esportiva, entre outras disciplinas. No terceiro ano, você opta por um esporte e, no último, faz estágio em empresas esportivas e em clubes. Se você pretende lecionar em escolas do sistema oficial de ensino, deve fazer o curso de Educação Física 

Duração média: quatro anos. 

Outros nomes: Ciên. do Esporte; Educ. Fís. (treinam. esportivo); Educ. Fís. e Esporte; Gestão Desp. e do Lazer.

O que você pode fazer

Administração

Gerenciar times e equipes esportivas em clubes e associações. Em órgãos oficiais, definir políticas para o esporte.

Iniciação esportiva

Lecionar em escolas e clubes, ensinando as regras e as técnicas de cada esporte.

Promoção e marketing

Buscar patrocínio para equipes ou esportistas. Organizar e promover torneios e eventos desportivos. Reforçar a imagem de clubes e equipes perante o público.

Treinamento e condicionamento físico

Atuar como técnico ou preparador físico de atletas amadores e profissionais.

0 Comentarios:

Postar um comentário