sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Segurança Pública


É o conjunto de conhecimentos empregados na garantia e no planejamento da segurança pública. Esforços do governo em manter a estabilidade necessária à sociedade levaram à criação do curso. O objetivo é oferecer formação superior em segurança e preparar o aluno para a pósgraduação, formando profissionais com conhecimentos amplos nas áreas sociais, jurídicas e de gestão, capacitando-o para o trabalho com as polícias Militar e Civil, o Corpo de Bombeiros, a Secretaria de Justiça e a Defesa Civil. A expectativa é garantir que os integrantes dos órgãos de segurança do Estado sejam capacitados para elaborar planos de prevenção e de segurança de sucesso, tornando a figura da polícia mais ligada às ações positivas que ao elemento repressor.

O mercado de trabalho

Especialistas no assunto serão mais do que necessários nos próximos anos na gestão de políticas do setor, principalmente nos níveis municipais e estaduais. A maior demanda parte dos grandes centros urbanos, onde o egresso do curso pode atuar na prevenção e na repressão do crime, além de desenvolver projetos e análises em gestão de segurança. A maioria dos recém-formados presta concursos e é absorvida por órgãos públicos de todo o país. Além da especialização no setor de policiamento, o bacharel também integra equipes que atuam no combate a enchentes, desabamentos de morros, incêndios florestais próximos a áreas habitadas e demais situações que possam afetar a população. Na região Sudeste, Belo Horizonte (MG), São Paulo, Vitória (ES) e Rio de Janeiro (RJ) são exemplos de metrópoles que têm projetos de gestão com ênfase na segurança e que podem oferecer oportunidades aos profissionais. "Muitos alunos estão indo para Manaus ou prestando concurso para outras regiões para atuar como inspetores de segurança", explica Caroline Linhares Vasconcelos, coordenadora do curso da UERR. O número de cursos deve crescer, graças a uma orientação nesse sentido por parte do Ministério da Justiça.

O curso

O curso é intrinsecamente ligado ao caráter policial e militar que a segurança pública tem, oferecendo ao aluno disciplinas de formação humanística, como sociologia e psicologia, mas também focando fortemente nas matérias específicas, como método estratégico de resolução de problemas de rua e abordagem competente. Algumas áreas acadêmicas ligadas ao curso foram desenvolvidas em parceria com o Canadá e têm também tecnologia francesa de treinamento. O bacharelado em Segurança Pública pode representar o início da carreira de oficial das Forças Armadas. É exigido do bacharel o estágio nas corporações competentes, seja polícia, seja Exército. Para treinamento, o Instituto Superior de Segurança e Cidadania de Roraima possui parque cenográfico com os seis ambientes de maior incidência de ocorrências policiais de uma cidade.

Duração média: de três a quatro anos.

O que você pode fazer

Planejamento

Idealizar e implementar planos de ação de segurança preventiva para eventos de grande porte e elaborar políticas e programas de governo na área de segurança.

Segurança Pública Estatal

Trabalhar no efetivo das polícias Militar e Civil e em órgãos públicos de segurança na prevenção e repressão ao crime. Idealizar e implementar ações de segurança federal, estadual ou municipal e atuar na Defesa Civil.

Consultoria

Prestar consultoria especializada para empresas privadas e estatais na área de segurança pública.

1 Comentarios:

Cliquei nos seus, clica nos meus? e me segue? to seguindo bjus'

http://felipemarggera.blogspot.com/

Postar um comentário