quinta-feira, 28 de abril de 2011

RELAÇÕES PÚBLICAS

É a promoção da boa imagem de empresas ou instituições perante o público interno e externo. O bacharel executa a estratégia de comunicação de uma empresa, instituição ou órgão público. Para isso, transmite informações e orientações sobre seus valores, objetivos, ações, produtos e serviços para os funcionários, clientes, consumidores, fornecedores, o governo e a comunidade. Planeja e desenvolve programas e instrumentos para a comunicação organizacional interna e externa. É ele quem elabora e divulga boletins internos e externos, cria programas de integração com a comunidade e organiza atividades promocionais . Esse profissional formula e administra ações para o bom relacionamento da organização com os diferentes públicos.


O mercado de trabalho
O bacharel em Relações Públicas encontra um mercado de trabalho aquecido. As melhores oportunidades estão em empresas privadas, principalmente nas de grande porte e/ou multinacionais. Os profissionais que conhecem as novas tecnologias são os mais requisitados. "No mercado, houve um aumento na procura por profissionais que sabem trabalhar com as novas Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs)", diz Helenice Carvalho, representante do curso de Relações Públicas na Comissão de Graduação de Comunicação da UFRGS. As agências especializadas em relações públicas que prestam serviços para empresas também contratam o profissional, e o setor público busca constantemente esse especialista. ONGs, fundações e instituições querem os graduados para o planejamento e a captação de recursos. As regiões mais promissoras são a Sudeste (especialmente São Paulo e Rio de Janeiro), a Sul (destaque para Porto Alegre) e a Nordeste. Brasília é uma boa praça de trabalho, na área governamental.

Salário inicial: R$ 1.632,00 (fonte: Sindicato dos Profissionais Liberais de Relações Públicas no Estado de São Paulo).

O curso
No início, o currículo enfatiza a comunicação. Entre as disciplinas específicas estão organização de eventos, política de comunicação, estudos de mídia, pesquisas de opinião pública, assessoria de comunicação, comunicação pública e planejamento da comunicação. Como é importante compreender o funcionamento de uma organização, há aulas de administração, economia e marketing. Na maioria das instituições, o curso é oferecido como habilitação da graduação em Comunicação Social. A maior parte das escolas exige a apresentação do trabalho de conclusão de curso.

Duração média: quatro anos.

Outros nomes: Comun. Organizacional; Comun. Soc. (rel. públ. com ênf. em multimídia); Comun. Soc. (rel. públ. e comun.); Comun. Soc. (rel. públ.).

O que você pode fazer

Administração
Promover ações para a valorização de uma empresa ou marcas. Criar canais de comunicação com os funcionários e fornecedores, clientes, governo e comunidade.

Atenção ao cliente
Atender a solicitações e reclamações de consumidores, para melhorar a qualidade dos produtos e serviços da empresa.

Cerimonial e protocolo
Orientar empresários, políticos e chefes de Estado sobre etiqueta e comportamento.

Comunicação institucional
Divulgar os valores e as políticas da organização para funcionários, clientes, consumidores e fornecedores.

Ensino
Atuar como pesquisador em instituições de Ensino Superior.

Eventos
Organizar palestras, exposições, recepções, coquetéis e outras solenidades de promoção da empresa.

Pesquisa de opinião
Coletar dados sobre o público interno e externo da empresa para desenvolver planos de comunicação e de ação.

Planejamento estratégico
Traçar a estratégia de relacionamento e de comunicação com a comunidade, a imprensa, os fornecedores, a concorrência e os consumidores.

Projetos institucionais
Analisar pedidos, apresentados a empresas, de parceria em projetos sociais, culturais e educacionais, coordenando sua adequação à filosofia e aos objetivos da instituição.


1 Comentarios:

Otimo final de semana!
http://juventudeinformada.blogspot.com/

Postar um comentário