quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

PHP

O PHP é uma linguagem de programação web que se executa do lado servidor. Isso significa que o PHP é usado para "construir" sistemas web e sites, que podem gerar paginas para serem visualizadas em algum navegador ou apenas trabalhar dados em um banco, arquivos e pastas no computador que hospeda o arquivo ou até modificar um terceiro computador por acesso ssh. Diferentemente da Linguagem C, Java, Paschal, por exemplo que podem "contruir" programas que podem ser executados, e ele só é executado no computador onde ele está hospedado e não no computador que visita o site.

Essa caracteristica do código PHP só ser interpretado no Servidor serve para que os dados possam ficar seguros longe dos olhos do usuario, se não fosse assim quando acessamos um site de banco receberiamos junto com o código html da página as senhas de todos os outros clientes do banco para que em nosso computador fossem comparados os numeros de contas agencias e senhas, alem de se tornar um transtorno de segurança geraria uma lentidão enorme para simplesmente ver o seu saldo ja que o seu computador teria que fazer milhões de verificações para ver a senha e calcular todas as transações efetuadas na sua conta para se chegar ao valor do seu saldo, por essas razões são os servidores de hospedagem que fazem esse tratamento de dados.

Tanto PHP como ASP e outras linguagens web de lado servidor é o que fizeram a internet evoluir da 1.0 para a 2.0.

Essas linguagem consistem em trabalhar com dados assim como Java, C e Paschal, possibilitando desenvolver sistemas complexos que trabalhem com bancos de dados, guardando informaçoes de usuários, bancos, tornando viavel o desenvolvimento de sites com mais de mil paginas.

Isso se tornou possivel pois essas linguagens trabalham dados de bancos de dados criando páginas com código html automaticamente acrescentando apenas algum conteudo diferenciado como uma noticia ou imagens em uma galreria de fotos. Assim um mesmo arquivo utilizando código PHP pode gerar tantas paginas de notícias diferentes umas das outras quanto existem registros na tabela em seu banco de consulta.

O PHP não surgiu para substiruir o HTML e sim para dar dinamismo a estaticidade dos sites antigos, ele gera automaticamente diversas paginas html, diminuindo o trabalho de quem cria um site e dando a possibilidade do usuario cadastrar as suas preferencias e dados para personalizar a forma como ele ve o site ou um pedaço do site que lhe "pertence", que é o que as redes sociais fazem.

0 Comentarios:

Postar um comentário